03/12/2018 às 19:44

Abertura do 3º Torneio Interclasse de Futsal do Programa de Aprendizagem do Senac/AC

Divulgação

Aprendizes do Senac/AC iniciaram na manhã do último sábado (01) o 3º Torneio Interclasse de Futsal, no ginásio do Sesi. O evento acontece desde 2015. A grande final no dia 15 de dezembro.

Antes disputado no sistema eliminatório, o conhecido mata-mata, o torneio é composto por 16 equipes masculinas distribuídas em quatro grupos e seis equipes femininas distribuída em dois grupos. “Fizemos diferente esse ano, serão três sábados e no sistema de grupos para dar oportunidade dos times jogarem mais vezes”, explica Jeferson Cavalcante, orientador educacional do Senac/AC e um dos organizadores do torneio.

Otimista com o início dos jogos, a aluna Tayla Natacha, diz que todos os alunos se empenharam na organização dos times. “Reunimos as meninas, marcamos os treinos e definimos o uniforme. Na organização do time da sala acolhemos outra aluna que teve o time da sua sala desmontado. Esse é o objetivo do torneio, descontrair e isso é também espírito de equipe”, explana.

Erick Lima de Araújo, aluno do curso de aprendizagem em serviços administrativos, diz que atividades como essa são importantes para sair da rotina diária. “Tem muitos alunos que são do Senac, às vezes são estudantes de escola pública ou faculdade ou seja tem uma rotina bastante cansativa na semana e essa atividade finda se tornando um lazer além da oportunidade de conhecer pessoas de outras turma e turnos do aprendizagem”, explica.     

O aluno Sidney Mendes compartilha do mesmo sentimento de união das turmas durante a participação do torneio. “Atividades como essa contribui para nos tirar do mal caminho por isso vou buscar dá o meu melhor em quadra e aproveitar a oportunidade para fazer mais amigos e jogar limpo, sem brigas ou confusões, pois o objetivo do torneio é a diversão”, afirma.

Solidariedade além da quadra

Além da diversão e integração das turmas, o torneio tem um objetivo solidário, pois para participarem do torneio os alunos contribuíram para a ação solidária “Faça uma Criança Feliz”. “Os atletas tiveram que trazer um brinquedo para a gente fazer a doação para as crianças da creche no dia da nossa ação social”, explica a supervisora educacional do programa de aprendizagem do Senac/AC. Marilene Bernardino.