05/06/2019 às 14:27

Aproximadamente 67% dos rio-branquenses devem gastar no Dia dos Namorados, diz Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC

Data é considerada a terceira melhor do ano para o comércio.
Agência Alagoas Data é considerada a terceira melhor do ano para o comércio.

Para celebrar o amor, aproximadamente 67% dos rio-branquenses estão motivados a gastar no Dia dos Namorados, comemorado na quarta-feira, 12. O estudo é do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC, por meio do Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Acre (Ifepac), que contatou 272 pessoas com faixa etária acima dos 16 anos e potencial de compras. Ainda de acordo com o levantamento, 33% dos entrevistados não pretendem comemorar.

Segundo a pesquisa, da parcela com disposição a gastos financeiros, apenas 16% acreditam que vão desembolsar valor superior ao do ano passado; afora  41%, que não se manifestaram; e 43%, que sinalizaram negativamente. Além disso, as “roupas” representam o desejo de 20% da população entusiasmada em presentear na data; seguida dos perfumes (14%). Aproximadamente 35% dos entrevistados não revelaram sobre a forma de homenagear.

Embora o Dia dos Namorados seja dedicado às pessoas apaixonadas, existem aquelas que se interessam mais em festejar, como é a intenção de 18% dos entrevistados, que têm o desejo de comemorar a data em casal junto a amigos. Outros 17% destacam manifestação semelhante, porém junto a familiares. No entanto, 17% têm preferência em comemorar apenas “a dois”.

Os dados analisados mostram ainda que 34% da população tem pretensão de gastos de até 100 reais para o Dia dos Namorados. Outra parcela, de 33%, mostra disposição para gastos entre 100 e 200 reais. Ainda dentre a população com intenção de gastos para a data, 11% vão gastar acima de 200 reais e 22% não se manifestam a respeito.

A análise indica ainda que 46% da população devem se utilizar de cartão de crédito para pagamentos de compras para a data dos namorados. Outros 46% demonstram pretensões de realizações via “dinheiro em espécie” (34%) e com o cartão de débito (12%).