25/05/2016 às 14:07 - Atualizado em 02/02/2018 às 16:39

Campanha Fecomércio de doação de órgãos ganha as ruas do centro de Rio Branco

Chegou a hora da mobilização nas ruas de Rio Branco. Após ser lançada na ultima sexta – feira, 20, a campanha que incentiva a doação de órgãos idealizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre (Fecomércio/AC), começou a ganhar as ruas do centro da cidade de Rio Branco. O objetivo é conscientizar a população de informar aos familiares do desejo de ser um doador de órgãos.

No material educativo distribuído pelos funcionários da Fecomércio, Sesc e Senac é composto por adesivo, cartazes e panfletos. De acordo com o presidente da Fecomércio/AC, Leandro Domingos, a iniciativa pode ajudar ainda mais a realização de cirurgias que salvam vidas e diminuem a permanência de pacientes em listas de espera. Domingos acredita que a doação é um gesto de nobreza, humanidade e demonstração de compromisso com a vida.

Funcionários do Sesc e Senac continuarão na distribuição de material educativo na próxima semana nos bairros estação experimental e segundo distrito da cidade.

Transplantes no Acre

A Central de Transplantes do Acre, segundo a Associação Brasileira de Transplantes de órgãos (ABTO), está em 2º Lugar no ranking por milhão de habitantes nas notificações de morte encefálica desde 2012. O Acre, no cenário nacional, tem se mostrado grande potencial a ser desenvolvido. A dificuldade de maior relevância é a recusa familiar, 70%, sendo que no Brasil, esta média é de 44%.

A doação de órgãos é algo que não depende exclusivamente da decisão do doador, é preciso que haja consentimento familiar. A Central de Transplantes, em 10 anos, realizou 252 transplantes: 166 córneas, 76 rins e 10 fígados. E mesmo assim, 60 pessoas estão na lista de espera.