13/01/2016 às 12:45 - Atualizado em 02/02/2018 às 16:38

Fecomércio intensifica campanha da Contribuição Sindical

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre (Fecomércio/AC) alerta às empresas para o recolhimento da contribuição sindical, que vence no dia 31 de janeiro. A medida é prevista pela Convenção das Leis do Trabalho (CLT).

A Contribuição Sindical tem o objetivo de custear as atividades de sindicatos de representação perante autoridades, órgãos públicos, conselhos e comissões, gastos com convênios, parcerias e obtenção de outros benefícios em favor da categoria.

A Contribuição Sindical é a principal fonte de custeio de entidades sindicais e tem suas porcentagens divididas entre o Ministério do Trabalho e Emprego (20%), Confederação Nacional do Comércio (5%), Federação (15%) e Sindicato (60%). É obrigatória a todos os integrantes da categoria representada pelos sindicatos, independente de filiação como associado.

Ações                                      

Como forma de aproximar a Fecomércio ainda mais do empresariado acreano, grande parte das empresas estão recebendo os boletos de pagamento da contribuição sindical, pessoalmente pela equipe técnica da Federação. Onde junto com o boleto, os empresários estarão recebendo informações a respeito do calendário de feriados do comércio para o ano de 2016, dentre outros materiais informativos.

Mayumi Lemes, empresária do ramo alimentício, diz que considera muito importante as ações que a Fecomércio vem prestando aos empresários ao longo de todo esse tempo. “A contribuição Sindical é uma ação importante para que esse trabalho de fortalecimento continue sendo feito pelo Sistema Fecomércio, através também das ações do Sesc e Senac".

O empresário Oswaldo Xavier Dias é um assíduo pagador da contribuição sindical de sua empresa, e explica a importância de estar com ela em dia. "O pagamento da contribuição sindical ao sindicato de sua categoria profissional é instrumento de fortalecimento do trabalho diário de representatividade da categoria perante os empregadores, o Estado, bem como perante a própria sociedade. Para que seu sindicato ou a Federação seja representativo, é preciso que ele tenha força para implementar as políticas necessárias à defesa dos direitos e interesses da categoria representada e, somente com o apoio de seus filiados e associados, que são os maiores beneficiados com as ações da entidade, é possível alcançar todos os objetivos da categoria", explica Dias.