27/09/2018 às 13:13

Fecomércio/AC alerta para nova modalidade de crédito com uso do FGTS

Para dar maior garantia aos bancos, no último mês, foi feita uma regulamentação da modalidade de crédito e a Caixa Econômica Federal criou um sistema que permite realizar a reserva de valores da conta do FGTS.
Governo Federal Para dar maior garantia aos bancos, no último mês, foi feita uma regulamentação da modalidade de crédito e a Caixa Econômica Federal criou um sistema que permite realizar a reserva de valores da conta do FGTS.

Trabalhadores do setor privado podem, a partir desta quarta-feira, 26, contar com a opção de crédito empréstimo consignado com o uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) como garantia. A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre (Fecomércio/AC) reitera que os empréstimos podem ser pedidos em qualquer agência da Caixa Econômica Federal, que oferta a linha de crédito.

Segundo o Ministério do Trabalho, a nova linha de crédito está disponível para 36,9 milhões de trabalhadores com carteira assinada. Os juros não podem ultrapassar 3,5% ao mês, com percentual até 50% menor do que os de outras operações de crédito disponíveis no mercado. O prazo para pagamento será de 48 meses.

O professor Doutor em Economia Rubicleis G. Silva, docente na Universidade Federal do Acre (Ufac) complementa que a medida é uma ótima notícia, já que diminui o risco dos bancos. “Tendendo a reduzir os juros e expandir os empréstimos. Isto aumenta o consumo e beneficia o comércio”, acredita.

A tendência natural, ainda segundo Rubicleis, seria esta, já que as pessoas terão mais oportunidades de consumir e fazer com que o capital circule na economia. “O FGTS fica parado. Com esta política, ainda há a redução no risco de calotes”, complementa.

Para dar maior garantia aos bancos, no último mês, foi feita uma regulamentação da modalidade de crédito e a Caixa Econômica Federal criou um sistema que permite realizar a reserva de valores da conta do FGTS. Isto seria uma garantia de contrato consignado.