21/08/2018 às 13:13

Fecomércio/AC participa de formação de Grupo de Trabalho Turismo de Fronteira, da CNC

O GT já tem mais duas reuniões agendadas para os dias 23 de outubro e 28 de novembro
CNC O GT já tem mais duas reuniões agendadas para os dias 23 de outubro e 28 de novembro

O assessor da presidência da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre (Fecomércio/AC), Egídio Garó, participou da formação do Grupo de Trabalho (GT) Turismo de Fronteira. O evento, ocorrido no último dia 15 de agosto, no Rio de Janeiro, reuniu representantes das federações dos 11 estados brasileiros com regiões de fronteira, teve a intenção de trocar experiências e identificar iniciativas que possam ser promovidas de modo conjunto.

O Brasil tem mais de 15 mil km de áreas de fronteira com dez países vizinhos – Argentina, Bolívia, Colômbia, Guiana, Guiana Francesa, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela – que representam desafios políticos, estruturais e territoriais. De acordo com Garó, o Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur) da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), todas as ações serão estruturadas em cima da integração e do turismo.

"A constituição desse Grupo de Trabalho para entendimento das peculiaridades de cada região - notadamente do Arco Norte -, as dificuldades inerentes de cada uma relacionadas ao Turismo de Fronteira e o delineamento de estratégias que possam fortalecer o setor devem fomentar seu desenvolvimento a médio e longo prazos, haja vista ser relevante e determinante a intervenção da CNC e das Federações participantes junto aos organismos legislativos em todas as esferas, objetivando a criação de políticas públicas que possibilitem seu desenvolvimento", explicou Garó.

O secretário executivo do Cetur, Eraldo Alves da Cruz, fez um histórico da abordagem do tema pelo Conselho da Confederação. “A CNC, ciente do interesse das Federações, já realizou discussões e promoveu seminário sobre o tema”. Para Eraldo, o GT vai possibilitar a formação de uma rede de trabalho com intercâmbio de boas práticas entre as Fecomércios, fomentar a cooperação e a formulação de estratégias de desenvolvimento do turismo de fronteira.

O GT já tem mais duas reuniões agendadas para os dias 23 de outubro e 28 de novembro, e um dos resultados esperados nessa primeira fase do GT, ainda em 2018, é gerar um indicativo e norteador de políticas públicas para o turismo de fronteira.