22/03/2016 às 16:00 - Atualizado em 02/02/2018 às 16:38

Ministro da Educação elogia inovação e diversidade da Escola Sesc

Uma escola inovadora. Foi assim que o ministro da Educação, Aloízio Mercadante, se referiu à Escola Sesc de Ensino Médio, no Rio de Janeiro, onde esteve em visita, ao lado do presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), Antônio Oliveira Santos, na ultima semana.

“Eu queria dizer três coisas a vocês. Primeiro, estudem. Segundo, estudem. E terceiro, podem jogar bola, passear, mas estudem também, porque o Brasil precisa de vocês, e vocês estudando podem escolher o que vão fazer”, aconselhou o ministro durante o encontro com os estudantes no auditório da Escola. “Vocês estão com todas as chances da vida em uma escola tão linda, tão bonita e tão inovadora como esta”, completou.

A conversa do ministro se estendeu também aos diretores e professores da escola. Acompanharam a visita do ministro Mercadante, além do presidente Oliveira Santos, os vice-presidentes da CNC Josias Albuquerque e Laércio Oliveira; a chefe de Gabinete da Presidência da Confederação, Lenoura Schmidt; o diretor-geral do Departamento Nacional do Sesc, Carlos Artexes; o diretor geral do Departamento Nacional do Senac, Sidney Cunha; a diretora da Escola Sesc de Ensino Médio, Claudia Fadel; e a diretora de Educação Profissional do Senac, Anna Beatriz Waehneldt.

Mercadante conheceu o local após convite do presidente Antonio Oliveira Santos. Além de falar sobre políticas do MEC, o ministro respondeu a perguntas dos estudantes. Cerca de 400 pessoas participaram do encontro.

A Escola Sesc de Ensino Médio recebe alunos do Brasil inteiro. Durante o bate-papo, o ministro lembrou da importância dessa diversidade cultural e pediu que eles não esquecessem de onde vieram. “O que nós queremos é que, quem for pra universidade por cota ou bolsista, volte à escola pública que saiu para fazer uma palestra e contar qual é o caminho para chegar onde vocês chegaram”, disse.

Inaugurada em 2008, a Escola Sesc de Ensino Médio atende a cerca de 500 jovens de várias regiões do País, oferecendo educação integral. O projeto partiu do próprio presidente Antonio Oliveira Santos, com a ajuda do Conselho Nacional do Sesc. O intuito era de formar jovens com o olhar da diversidade, preparando-os para o mundo do trabalho e para o exercício da liderança e da cidadania.