30/01/2019 às 19:00

Quase 60% das empresas formais do Acre têm tempo médio de funcionamento de até 10 anos

A pesquisa, realizada pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Acre (Ifepac), na primeira quinzena de janeiro, conversou com aproximadamente 65 comerciários.
Ascom/Fecomércio A pesquisa, realizada pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Acre (Ifepac), na primeira quinzena de janeiro, conversou com aproximadamente 65 comerciários.

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre (Fecomércio/AC) analisou o tempo médio de funcionamento das empresas no Acre e concluiu que 57,4% dos empresários estimaram tempo médio de funcionamento de seus negócios em até 10 anos. A pesquisa, realizada pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Acre (Ifepac), na primeira quinzena de janeiro, conversou com aproximadamente 65 comerciários.

Além da parcela já citada, 18,1% dos empresários afirmaram que a duração é de até quatro anos; outros 39,3% afirmaram tempo entre quatro e 10 anos. Além disso, a pesquisa destacou que 42,6% estimaram funcionamento operacional em tempo superior a 10 anos.

Quando se refere a empregos, aproximadamente 58% disseram gerar uma média de até 10 postos e, destes, 27% empregam atualmente até cinco pessoas e, 31%, entre seis e 10 pessoas. Apenas outros 25% afirmaram que mantém entre 11 a 20 empregos. Deste modo, 83% dos estabelecimentos comerciais ativos no mercado de Rio Branco podem ser classificados como micro e pequenas empresas, ainda segundo conclusão da pesquisa.