16/11/2015 às 15:06 - Atualizado em 02/02/2018 às 16:37

Segundo Fecomércio/AC, acreanos não demonstram empolgação com 13º salário

Segundo pesquisa realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Acre (Fecomércio/AC), por meio do Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Acre (Ifepac), a ansiedade e indiferença são os principais sentimentos dos acreanos economicamente ativos neste final de ano. Por conta da situação de endividamento de aproximadamente ¾ da população empregada, o 13º não representa motivo de festas por parte dos empresários. A pesquisa, realizada entre os últimos dias 3 e 10 de novembro, contatou 411 pessoas empregadas na capital acreana.

Os gastos para o Natal são cultura e rotina na tradição familiar, mas, durante a crise econômica, este ano não permite excessos. Segundo o Ifepac, 34% dos assalariados com direito ao 13º salário afirmam que os níveis de promoções ofertados pelo comércio devem representar o motivo de maior influência para os gastos natalinos. Outros 22% afirmam estar estimulados pelos preços, seguidos de 16% que darão preferência às compras com maiores níveis de descontos para o pagamento à vista.

Mesmo com a tentativa de atrair o cliente por parte dos empresários, 64% dos acreanos não demonstram disposição com gastos de todo o 13º salário, sendo que apenas 32% afirmam priorizar o benefício com compras de fim de ano. Outros 27% afirmam que devem aproveitar o ganho extra para regularização de dívidas pendentes e 15%, ainda de acordo com a pesquisa, pretende poupar para assegurar os recursos de início de ano.

Datas de recebimento

O estudo indica que 76% dos assalariados com empregos formais recebem a segunda parcela do 13º salário até o dia 20 de dezembro e, destes, 61% já receberam a primeira parcela em mês programado pelo empregador, de modo que a segunda deve ser recebida até o dia 20 de dezembro do exercício fiscal.

O levantamento observa, também, que outros 15% dos assalariados recebem a primeira parcela no mês de aniversário de nascimento e, a segunda, no dia 20 de dezembro. Somente 10% dos funcionários com empregos formais irão receber o 13° em parcela única.