04/09/2018 às 11:57

Sesc realiza exposição coletiva “Territórios Líquidos” no Calenarte

O Serviço Social do Comercio – Sesc no Acre, apresenta a exposição coletiva “Territórios Líquidos”, concepção de Ueliton Santana e Mozileide Neri, de 06 a 25 de setembro no salão de exposição do Sesc centro.  A vernissagem de lançamento acontece dia 06 às 19h. A entrada é franca.

A exposição busca prosseguir à difusão das artes plásticas no Acre, com suas ações de apoio aqueles que têm a arte como oficio e em possibilitar o acesso do público a programas educativos através do projeto Calenarte.

Sobre os artistas

Ueliton Santana Doutor em Arte Contemporânea pela Universidade de Coimbra (2017) – Portugal, Mestre em Ciências pela UFRRJ (2014), especialista em metodologia do ensino da arte (2010), Licenciado em artes visuais- FAO (2009), estudou pintura na escola de belas artes de Cuscu Peru (2004). Nasceu em 25 de outubro de 1981, em Sena Madureira-Ac, Brasil. Sempre se interessou pelas artes visuais e realizou sua primeira exposição no ano 2000, e desde então não para de produzir e expor em algumas capitais brasileiras, em 2006 participa da realização de uma obra do artista colombiano Alberto Baraya para a 27º Bienal Internacional de São Paulo, expõe no Salão negro do Congresso nacional/Brasília, além de diversas outras exposições. O artista expõe no Brasil e na Europa.

Mozileide Neri é poetisa, contista, cronista e artista plástica. Graduada em Produção Cultural e pós-graduada em Linguagens Artísticas, Cultura e Educação, ambos pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro. É editora e designer do periódico trimestral “Labirinto Literário”. Em 2012 concluiu o curso de Fundamentação na Escola de Artes Visuais do Parque Lage (RJ): Estudo do plano com Regina de Paula, estudo do espaço com João Modé, teoria e história da arte com Ivair Reinaldim. Desde dezembro de 2012, Mozileide Neri participa de coletivas e individuais por todas as regiões brasileiras através de editais de arte. Atualmente a artista tem quatro projetos expositivos circulando por todo o país.

Sobre a exposição

A exposição “Territórios líquidos” discute a abrangência e ocupação de um determinado espaço, além de sua influência na economia, na cultura e demais possibilidades, estamos com isso discutindo a violência no estado do Acre e chamando para a reflexão de novas possibilidades, novas saídas. A que território pertence à população? Isenta de qualquer associação, mas ao mesmo tempo refém e pertencente direta dentro de um ciclo e jogo de poder invisível, que se caracteriza e materializa pelas ações de violências deixada na aura e na “pele da cidade”, e paralelo e entremeado a tudo isso a vida acontece (a vida e a morte constante), onde tudo parece normal e as atrocidades se tornam banais pela repetição diária. A arte indaga, questiona, reflete e discute, nessa exposição trazemos a tona essa problemática da contemporaneidade nesse território de fronteira que é o Acre.

Serviço

Exposição coletiva “Territórios Líquidos”

Artistas Ueliton Santana e Mozileide Neri

Abertura: 06 de setembro  às 19h

Período de exposição: 06 a 25 de setembro

Segunda a sexta – 8h30 ás 12h30 e 14h às 18h

Sábado: 9h às 13h