28/06/2018 às 12:51

Sesc realiza projeto itinerante de música para diversos públicos

Iniciado no Acre em 2015, a série de Concertos Didáticos para a comunidade escolar da capital acreana e alguns municípios tem por foco principal a formação de plateia no tocante a formação ouvintes musicais e sua diversidade
Allen Ferraz Iniciado no Acre em 2015, a série de Concertos Didáticos para a comunidade escolar da capital acreana e alguns municípios tem por foco principal a formação de plateia no tocante a formação ouvintes musicais e sua diversidade

O Serviço Social do Comercio no Acre (Sesc/AC), traz, por meio do Projeto Sesc Concertos Didáticos, a artista Camila Cabeça, com sons amazônicos como o carimbo, Jabuti Bumbá e cirandas. A intenção é levar a várias comunidades a arte.

O coordenador do Projeto Sesc Concertos Didáticos, Franklin Pinheiro, destaca o valor do projeto e enfatiza a presença da ação em mais de 29 escolas de ensino fundamental, médio e Ensino para Jovens e Adultos (EJA) em Rio Branco e Senador Guiomard.

“As ações pedagógicas ocorreram entre os meses de fevereiro e setembro de 2018, como mais de 36 apresentações, alcançando um público de aproximadamente 20 mil pessoas”, disse o coordenador.

Sesc Concertos Didáticos

Iniciado no Acre em 2015, a série de Concertos Didáticos para a comunidade escolar da capital acreana e alguns municípios tem por foco principal a formação de plateia no tocante a formação ouvintes musicais e sua diversidade; além disso, o projeto atende à Lei 11.769 de 18/08/2008, que altera a Lei de Diretrizes e Bases – LDB e prevê que a música faça parte da matriz curricular da educação básica como componente obrigatório.

Este ano, o projeto continua atendendo jovens das escolas públicas de Rio Branco, o que abre espaço também para intervenções de atividades musicais no espaço extraclasse que contribuam para ampliar o universo cultural dos alunos.

O projeto já foi apreciado por mais de 44 mil espectadores desde o início de sua circulação, pois acredita-se que, nas palavras de Nelson Mandela, “A educação é a arma mais poderosa que podemos usar para mudar o mundo”.