20/05/2019 às 13:02 - Atualizado em 21/05/2019 às 15:35

Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC participa de 35º Congresso Nacional de Sindicatos Empresariais

Em destaque, o assessor técnico, Egídio Garó; Paulo Matsui Jr., da Ação Pró; Marcos Lameira, presidente em exercício do Sistema Fecomércio/AC; e Deywerson Galvão, superintendente.
Arquivo Pessoal Em destaque, o assessor técnico, Egídio Garó; Paulo Matsui Jr., da Ação Pró; Marcos Lameira, presidente em exercício do Sistema Fecomércio/AC; e Deywerson Galvão, superintendente.

Representantes do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC participaram, na última semana, do 35º Congresso Nacional dos Sindicatos Empresariais do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNSE), em Fortaleza (CE). O evento tem como principal objetivo fortalecer e inspirar o sindicalismo empresarial em busca da autos sustentabilidade, e é uma realização da Fecomércio/CE.

A caravana acreana contou com a participação do presidente em exercício do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC, Marcos Lameira; o assessor técnico, Egídio Garó; e superintendente, Deywerson Galvão, que estiveram em palestras ao longo do encontro que visa o crescimento sindical.

O encontro também foi marcado pela reunião dos sindicatos dos setores de autopeças, que definiram pautas para o encontro da Câmara Setorial, a se realizar no próximo dia 5 de junho. O presidente do Sindicato do Comércio de Peças e Acessórios de Veículos do Estado do Acre (Sincopeças), Valdemir Nascimento, na ocasião, afirmou que a Câmara deve atualizar os sindicatos filiados. “Principalmente a respeito das inovações tecnológicas para inspeção veicular”, reiterou.

Assinatura de convênio

O presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), José Roberto Tadros, assinou um convênio junto ao Banco do Nordeste do Brasil (BNB) para ampliação da oferta de linhas de crédito para empresas do setor do Nordeste e nos estados de Minas Gerais e Espirito Santo.

José Roberto Tadros ressaltou a importância histórica do momento que vive a CNC, com destaque para as ações que buscam dar mais atenção para regiões mais afastadas do centro País: “Depois do período de recessão pelo qual passamos, está na hora de o Brasil voltar a se desenvolver, e precisamos olhar para o Norte e Nordeste com um olhar diferenciado nessa questão”. O presidente da CNC também externou a intenção da Confederação de formar parcerias como essa em outras regiões, com especial atenção para o estado do Amazonas.