23/08/2018 às 16:36

Vendas dos Dias dos Pais foi satisfatória para 65% dos empresários rio-branquenses, afirma pesquisa Fecomércio/AC

Dos empresários que se manifestaram vendas menores, 50% debitaram o fato à “falta de dinheiro na praça”
Governo Federal Dos empresários que se manifestaram vendas menores, 50% debitaram o fato à “falta de dinheiro na praça”

Para 65% dos empresários de Rio Branco, as vendas do Dia dos Pais de 2018 foram melhores que as verificadas no ano anterior, segundo pesquisa realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre (Fecomércio/AC), por meio do Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Acre (Ifepac). O estudo, realizado entre os últimos dias 13 e 15, entrevistou 150 comerciantes.

Ainda segundo o levantamento, 25% admitiram volume igual de transações, enquanto 10% disseram que houve piora. Além disso, mesmo com os 65% de entrevistados assegurando a melhora nas vendas, 50% asseguraram movimento, neste ano, abaixo da expectativa; outros 50% afirmaram vendas acima ou iguais à expectativa.

O fator que teria levado a população às compras teria sido, ainda conforme a opinião de 68%, “o desejo da população em homenagear”; outros 25% creditaram as boas vendas às promoções do comércio e, 7%, aos descontos concedidos sobre as vendas com recebimento à vista.

Dos empresários que se manifestaram vendas menores, 50% debitaram o fato à “falta de dinheiro na praça” e, 40%, ao desemprego. Aproximadamente 10% disseram acreditar em um endividamento carregado pela população.

A pesquisa avaliou, também, os valores das transações. Segundo 51% dos entrevistados, o maior número de compras chegou a R$ 100; 32%, valor unitário de R$ 50; e 5%, R$200. Ainda com relação a valor médio unitário das vendas do Dia dos Pais deste ano, 49% dos empresários estimaram semelhança nas cobranças da mesma data em 2017. Apenas 23% afirmaram sobre crescimento de valor médio.

Segundo 74% dos empresários, o maior índice de recebimento se deu na forma parcelada. Outros 26% reiteraram a modalidade de recebimento “à vista”.